Incrível

Polícia do Rio já está na casa do Big Brother Brasil

A Polícia Civil já está na casa do programa Big Brother Brasil, da Rede Globo, no Rio.

A delegada da Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) de Jacarepaguá (zona oeste do Rio), Viviane da Costa Ferreira Pinto, chegou ao local em uma viatura com uma equipe de policiais para ouvir o depoimento de Marcos Harter, 37, suspeito de lesão corporal contra a namorada, a também participante do programa, Emilly Araújo, 20.

As informações são da assessoria de imprensa da Polícia Civil.

Às 18h38, Marcos e Emilly estavam deitados no jardim, quando tocou uma sirene. Ele se dirigiu ao confessionário, onde permaneceu por 18 minutos.

Após deixar o loca, Marcos reencontrou Emily no jardim, mas desconversou quando ela perguntou o motivo de ele ter sido chamado pela produção do programa. "Mistério", esquivou-se.

Quando ela insistiu, ele saiu pela tangente: "o confessionário é igual Las Vegas. O que acontece em Vegas, fica em Vegas."

Ao ver que Marcos fazia um sanduíche para ela, Emilly disse: “Entrou um sapo no confessionário e saiu um príncipe?". E completou: "Botaram aquele Marcos no lixo e trouxeram outro. Obrigada, gente”.

Às 19h48 foi a vez de Emilly ser chamada no confessionário. Dez minutos depois, ela saiu e começou a chorar na varanda. "É alguma coisa comigo?", perguntou Marcos. Ela desconversou.

De acordo com a diretora da Divisão de Atendimento à Mulher, Márcia Noeli, a delegada vai ouvir os dois participantes e deve pedir que Emilly faça exame de corpo de delito para averiguar se houve lesão corporal.

Além das cenas em que Marcos aparece intimidando, gritando e colocando o dedo no rosto de Emilly, há momentos em que a jovem afirma que ele a está machucando, apertando o seu pulso, e pede para ele parar.

Ainda segundo a diretora, caso seja necessário, a delegada Viviane poderá ingressar com um pedido de medida protetiva para Emilly, o que poderá acarretar na saída de Marcos do programa.

A Rede Globo ainda não se manifestou sobre o caso. Na transmissão do programa agora à tarde não pareceu que Marcos ou Emilly já tenham prestado depoimento.